website
Toque aqui para ver as promoções atuais
FRETE GRATUITO para pedidos acima de $ 99

5 maneiras pelas quais o ginseng atua como uma erva que aumenta a memória

5 maneiras pelas quais o ginseng atua como uma erva que aumenta a memória

5 maneiras pelas quais o ginseng atua como uma erva que aumenta a memória


Panax ginseng
é uma erva tradicional coreana e chinesa conhecida por suas propriedades antiinflamatórias e calmantes. A erva tem uma série de benefícios à saúde, incluindo o potencial de aumentar a memória.

Como o ginseng é um medicamento chinês antigo, seu nome vem de uma palavra chinesa “rénshēn”. Aqui, “rén” significa humano e “shēn” significa raiz de planta, a raiz desta planta parece pernas humanas. Ginseng pertence ao gênero panax, que significa “cura total”. Na verdade, o nome deste medicamento fitoterápico complementa suas propriedades como antioxidante, antienvelhecimento, antifadiga, antiinflamatório, antiestresse, etc.

O ginseng panax coreano ou vermelho contém ginsenosídeos, um composto que protege contra problemas de memória, protegendo as células nervosas. A erva promove a saúde do cérebro, o desempenho cognitivo e tem efeitos benéficos na memória e nos distúrbios neurológicos.

Tem havido inúmeras pesquisas sobre a utilidade do ginseng como erva que aumenta a memória e estudos descobriram que esta erva promove uma boa saúde mental geral. Aqui estão 5 benefícios do ginseng para a saúde mental.

1. Melhora a memória em adultos jovens

Um estudo realizado com 56 jovens adultos saudáveis ​​comprova que o ginseng pode melhorar a qualidade da memória e o funcionamento cognitivo.

Embora muito tenha sido pesquisado sobre os principais componentes do ginseng, como polissacarídeos e saponinas, muito menos se sabe sobre os oligossacarídeos, que é o componente ativo secundário do ginseng. O oligossacarídeo é um suplemento eficaz para distúrbios relacionados à inflamação cerebral e comprometimento cognitivo.

O uso do ginseng panax vermelho aumenta o foco e a concentração e estimula o relaxamento e a calma em adultos. Também reduz os riscos de perda de memória e melhora as funções cognitivas.

2. Evita perda de memória

Todos já ouvimos falar da doença de Alzheimer, uma doença neurodegenerativa que dificulta a memorização de incidentes. A doença de Alzheimer também se torna um dos principais motivos que causa a demência, uma doença que diminui a capacidade de pensar e lembrar de uma pessoa.

O Ginseng ajuda na prevenção dos sintomas da doença de Alzheimer, restringindo o acúmulo de beta-amilóide. A amiloide é a principal razão por trás desse distúrbio e apenas a ingestão diária de 4,5 g de ginseng por 12 semanas pode mostrar resultados eficazes.

O ginsenoside, um composto de panax ginseng, reduz a deposição de beta-amilóide e melhora a saúde do cérebro, o que em conjunto reduz e melhora as deficiências de memória do Alzheimer.

De acordo com uma pesquisa, o panax ginseng aumentou significativamente o funcionamento da memória dos pacientes que sofriam de demência.

3. Reduz os efeitos de distúrbios cerebrais

O Alzheimer afeta muitos idosos e, atualmente, não existe tratamento que possa reduzir os efeitos desta doença. O estresse crônico é uma das principais razões para a doença de Alzheimer, pois induz deficiências funcionais no cérebro que levam a esta doença. Os ginsenosídeos encontrados abundantemente no ginseng reduzem os efeitos e protegem contra problemas de memória.

Uma pesquisa envolvendo 64 pessoas com esquizofrenia que receberam ginsenosídeos durante 4 semanas mostrou uma melhora significativa na memória de trabalho.

A encefalopatia associada à sepse (SAE) é uma condição neurológica crítica relacionada à disfunção cerebral que muitas vezes leva à inflamação cerebral. O composto de ginseng ginsenoside tem propriedades antiinflamatórias e melhora as deficiências cognitivas e a taxa de sobrevivência na SAE.

4. Funciona como agente neuroprotetor

Uma das principais vantagens do ginseng é a prevenção de distúrbios neurológicos. Muitas pessoas hoje sofrem de ansiedade e depressão principalmente por causa do estilo de vida e de outras pressões sociais. O Ginseng tem propriedades antidepressivas, antiestresse e ansiolíticas à base de ervas. Pessoas que consomem esta erva regularmente sentem-se mais calmas e relaxadas.

Embora o ginseng seja uma erva incrível para melhorar a memória, o aprendizado e o funcionamento cognitivo, sua dosagem deve ser controlada. A quantidade correta de ingestão pode aliviar o estresse e a fadiga.

5. Previne o declínio da memória causado pelo envelhecimento

Um dos principais efeitos do envelhecimento é o declínio da cognição e da memória. À medida que as pessoas envelhecem, perdem a capacidade de lembrar coisas e a sua capacidade de memória começa a diminuir. O tratamento regular com ginsenosídeo combate o declínio da memória causado pelo envelhecimento.

Até agora, é evidente que o ginseng contém propriedades anti-inflamatórias, e esta propriedade do ginseng reduz os efeitos do declínio da memória relacionado ao envelhecimento em adultos. Uma pesquisa mostra que se o ginseng for consumido a longo prazo, ele mostra uma melhora significativa no comprometimento da memória e nas capacidades de aprendizagem relacionadas à idade.

Para concluir

Acreditamos que o ginseng é uma supererva. Tem muitos benefícios. Existem numerosos estudos que comprovam o ginseng como um dos melhores medicamentos fitoterápicos para a saúde física e mental. Para pessoas que sofrem de problemas de memória induzidos pela idade, como Alzheimer, demência, etc., a ingestão regular de ginseng pode ser muito útil. O Ginseng promove uma boa saúde cerebral e melhora a memória.

Um dos maiores problemas vistos no mundo de hoje com pessoas de meia-idade e jovens adultos é o estresse e a ansiedade. Ginseng é uma erva natural antiestresse e ansiolítica. Alivia o estresse e acalma a mente.

Mantenha-se feliz e saudável e mantenha-nos atualizados sobre sua experiência com o ginseng.

Buscar nosso site